Saltar para: Posts [1], Pesquisa [2]

Linha esquerda

Bem Vindos! Blogue de poesia, desfrutem! Welcome! Poetry blog, enjoy your stay!

Linha esquerda

Bem Vindos! Blogue de poesia, desfrutem! Welcome! Poetry blog, enjoy your stay!

31 Dez, 2018

As. Meninas

As poderosas

Está no seu sangue
A continuação de uma luta
Emancipadas, elas nos fazem
Rir, chorar, prendem nos
com o seu charme
A melanina é real
Elas são
As nossas rainhas!
De barco
vindo de África chegaram
Agora nos céus
viajam
E nos nossos teatros, palcos
E Tvs representam
Que grande é a sua força
O seu esplendor
não conhece limites
São simplesmente
Negras!
Repeito com amor
Fazem me lembrar
As minhas mais queridas
Dão me o poder de apontar
E vizualizar beleza
que fantástico!
Nós olhamos para vocês
As meninas olham
Para vocês
A quebra do preconceito
A maneira como
sem esforço seduzem
Abre precedentes

Pois elas agora querem o Afro
O cabelo cacheado
Em nome dos nossos irmãos
E irmãs, obrigado!
Vocês são poderosas.
Fica a homenagem simbólica.

Aquele móvel carregado
Pobre coitado pensei eu
tinha de aguentar
o firme peso de tanta destruição
Assistiu a horrores, sentiu
muitas emoções e presenciou
O final

Sem passagem de ritual
Desfazem se dele
Imbecil! Triste! Louco!
Estás foram as últimas
palavras antes da sua
inevitável morte

Mas apesar de tanta comoção
Ele não se esqueceu
de me deixar, o seu legado
aprende comigo, e monta
a tua própria história
Ele me confidenciou
Com um tom que eu
desconhecia até tal

Obrigado, foi contigo que
exprimentei e me
tentei conhecer
Questiono por onde
andas, será que ainda
sofres? Ou já foste absolutamente
Destruído.

Did you saw that?

I was baflled, petrified
How much beauty 
My internal feelings
Mingled with that notion
I've finally seen it, what
they always saw, I felt confused
Is it real?

They were laughing! showing
entusiam for me
I realized that I had the
colors wrong, it surpassed
the putrid wall I built

It never changes, you always 
get that feel again
Weird isn't it?
The entanglement, the orgasmic
feeling between feasting
and the rules of courtesy

I can't reject it
Unbelievable, I'm actually
forever and perpetualy in love
I ask again, did you saw that?

27 Dez, 2018

Foi forte (poema)

Foi forte

Aliás foi puro êxtase!
O combate foi contínuo
Mas por muito que desejasse
a meio da batalha tive
de tomar a decisão e
Interromper
Naquele momento
Todos nós largamos as
armas, e vizualizamos o mesmo
Sinceramente, não fazia sentido
Porque lutar?

Eu tomei a iniciativa
E fui acompanhado
para o retiro, o meu bem estar
e o meu ser!
Foram questionados
não fiz analises, apenas delirei

Agora aonde houve sangue
e desespero, vejo o arco íris
Encontrei os meus medos
Luto todos os dias, pois..
do que vivi apenas
restam as almas
de bravos soldados
Tempos de glórias e conquistas
Mas pergunto!
será que eles encontraram
paz?

Where was I!

I believe, I do! We can unite again
Back when we fought together
the same enemy
We looked each other's in the eyes
Foresaw the dreams
the archivements, and glory!

I want that taste back
what? To late?
Progress took over? but why!
The world was so small
I would count the stars
with my bare hands

When did I grew up man?
I've been lost in the past
Help me understand!
No! I won't give you that trouble
I've always been

late to party's anyway 

The reality is starting
to set in...

Now I know how it really feels
Atleast I take comfort
on knowing that we breath the same air.

 

 

26 Dez, 2018

Quem foste tu?

Um pequeno texto poético para acabar o ano! 

 

Ela que sempre foi uma confidente secreta, o seu perfume, sempre me tentou explicar que podia ser eu o escolhido, em trapos me enrolei e cai em um estado apaixonante. Uma paralisia trancou o coração, onde apenas, uma pessoa tinha a chave, em pouco tempo algo mudou, o castelo desapareceu, fiquei nu e imóvel perante a falta de adoração, deixei os meus caminhos de vida, os meus fieis seguidores e camaradas seguiram para os seus.

 

Mas se me lembro! Sim lembro me bem, o desejo e desespero, os sentimentos que ainda hoje desfruto.

 

Tá na pele, no andar, nos olhos, que nos dão luz no meio de uma noite escura, nos pequenos traços.

 

Estou feliz, porque não? Estou livre e já saboreei o melhor que houve, não sou o mesmo, estou-me a completar.

A sua compreensão e passividade ainda ardem, mas a chama está apagar, pois deixem me desfrutar do pouco lume que tenho. Vou acender um cigarro, beber um copo de vinho?

 

Comtemplar o que já fomos, sempre com uma aura que se desenvolve em positividade, agradeço, muito mesmo! Não posso pedir mais, a vida está a ser preenchida. Pois então vou pegar na carroça e sair deste ano, com um sorriso na cara, já reparei que esta tudo em ordem.

2019……..