Saltar para: Posts [1], Pesquisa [2]

Linha esquerda

Bem Vindos! Blogue de poesia, desfrutem! Welcome! Poetry blog, enjoy your stay!

Linha esquerda

Bem Vindos! Blogue de poesia, desfrutem! Welcome! Poetry blog, enjoy your stay!

25 Fev, 2019

Lição (poema)

Já a fizeste chorar? Sim! 

Já lhe mentiste? Também! 

Ja a traiste? Sem dúvida!

Já a desrespeitaste? 

As vezes! 

Acabaram se as perguntas

Já tens a tua resposta amigo

De quem foi a culpa afinal? 

 

A partir de agora, olha

Toca, vive e partilha

Respira e mergulha

Conecta a alma como nunca

Respeito é sempre importante 

Venha o ultimo ... 

Último rapaz

Que não chore as mesmas dores 

Que nunca teve

De limpar as suas feridas

Todos nós caímos 

A nossa grande força? 

Seguir em frente

 

O mundo é isto jovem

Tudo se desmorona

Tudo se constrói de volta

Os teus erros vão ser úteis 

Agora larga! 

Larga, essa sensação de vazio

E vive o teu presente

O passado jovem?

Já teve o seu capítulo

Pega em novas cores 

Desenha o futuro! 

Onde, eu, tu, nós 

Tenha lugar no mesmo quadro

É tu amigo? Como ficas? 

E eu? Bem eu.... 

 

24 Fev, 2019

Eu quero (poema)

Vou! Eu sei que vou!

Eu consigo, eu sei que consigo! 

Vou demonstrar

Que o infinito se serve 

Da minha caneta 

Não existe livros suficientes 

Para guardar a minha poesia 

Quero o meu lugar

Ao lado dos gigantes 

Colecciono virtudes

Nasci com o dom

 

Forca de vontade de um guerreiro

Não sei ler a palavra impossivel 

Mas sei de cor, a concluída! 

Soldado? Capitão? General? 

Sou cego a hierarquias

Eu construo a minha

De cima a baixo, 

Só aparece o meu nome

 

Meu tempo! 

Não partilho com ninguém 

O pódio é alto, e só me contento 

Com o 1° e acima 

provar me alguém? 

Não! Provar a mim! Sempre! 

Convencido? Mais! Ambicioso! 

O teu silêncio é a minha

Música de inspiração 

O teu medo, a minha motivação 

 

Sim! Agora queres almejar 

O topo? Quem sou eu

Para te questionar a força? 

Adoras desafios? Também queres 

Olhar para onde eu olho

Ter as mesmas habilidades! 

As mesmas conquistas! 

O ódio está a tornar se

Em respeito, se calhar

Não estou errado

Pois agora que acordaste! 

Não te vou tirar o tapete companheiro! 

Está aqui tudo,

Vamos construir este futuro

No mesmo plano 

Em igual reconhecimento. 

Assinas? 

 

 

23 Fev, 2019

Orgulhoso (poema)

Meu pai, meu irmão, meu xára

A simplicidade de uma união

Somos guerreiros tribais

Reis e príncipes,

De um continente do Sul

Somos alvo de inveja

Ódio e persecução 

Vimos, chegamos, conquistamos

Temos trabalho pela frente 

Educar e alimentar os nossos 

Incutir respeito e amor 

A pequenos 

Fazer tranças e amar

As pequenas

Envoltos em cânticos antigos

Peço que se levantem 

Cortem a mata, e abram as portas 

Estamos aqui para ficar

E ninguém nos vai impedir 

 

Minha mãe, minha irmã

Minha confidente

És dona e patroa do teu destino

Acalma nos em tempos vigorosos 

Protege nos do mau olhado 

Identifica nos no meio do palco 

Lança nos o teu feitiço 

Partilha o teu abrigo

Não desconfie, dos nossos desejos

Tem força! Tem coragem! 

Tem paciência! 

 

Cassule! Muleque! Semente

Ouve o que te transmitem

Continua abrir caminho

És descendente de guerreiros 

És descendente de lutadoras 

Dá-me razão de orgulho  

Abraça a memória, de quem

Por ti lutou, ultrapassa o céu 

Demonstra a nossa força 

Mas não te preocupes

Eu vou estar aqui, em cada queda 

É o meu trabalho, neste mundo 

 

 

Não me esqueci de ti velhote 

Meu amigo, meu camba, meu exemplo de vida 

Pois continua a explicar o porque

Continua a explorar o como

Dá-me conselhos de vida 

Entrega me o teu conhecimento

Senta te a mesa e faz me

Rir, chorar, pedir por mais

Pois o teu legado vai ser 

Personificado em mim

O teu discípulo, o teu para sempre 

Admirador. 

 

Orgulhoso 23/02/2019

 

22 Fev, 2019

Revejo-me em ti

Revejo-me em ti

Na tua incomparável beleza

Na tua silhueta 

Nesse teu olhar, de quem 

Sempre consegue mais

És realeza, só tu mesmo 

Consegues contactar os deuses

Ombreias o poder de Atenas

Pois eu quero te proteger

Com a feracidade de hades 

 

És a relíquia dos ricos 

Em espírito? 

O sonho dos pobres 

O pesadelo dos crentes 

Convida para o teu mundo 

Entrega as chaves da tua casa 

Confia em mim

Deixa me ser o "teu"

Eu sonho que sejas a "minha" 

 

Os avanços são inerentes a mim

Procuro algo mais doce 

Tou fatigado... 

De que cor é esse bâton? 

Onde treinaste esse andar? 

Quem disse que negro não cora? 

Cora sim, cora ainda mais! 

Cora o vermelho do coração

Sobre a pele, irmã do sol

Já te perguntei 

sobre esse anel no dedo? 

Eu sei respeitar

Mas também sei Batalhar! 

Virtudes de um rapaz encantado 

 

Já estou confuso 

Com a tua presença 

Estou até irritado 

Por não te conhecer melhor

Quero descer até onde permitires 

Tocar até onde deixares 

Já fiz a minha cabeça 

Tou decidido! 

Que presente te posso oferecer

Nada? Vou então oferecer

O que para mim

Não tem valor definido 

E que tal a minha vida? 

Para agora, e para sempre! 

Aceitas? 

And the little child
Is hurt, mama's boy
Can't find his way
To the toys, it cries
For love and affection
It has pain in its heart

 

Don't worry child
It's almost over
Just a pin drop
Of tears, will be enough
Papa's gone, we are
All that's last
We're going to travel
One last time

 

You wonder why
I left you here
I just want to show you
How strong you are
A committment I swore
Was to lay beside you
And show you the real world
You're not dead or broken
You are simply unattached
Let it sink in

 

Breath through your nose
Not the mouth
Sleep with angels of life
Turn your back to death
Your time will come
But before that, look it!
Look her in the eyes
And ask her
Why am i crying?
Why am I tired?
The answer does not
Lead her way, does it?
Clean up yourself son
Mommy is waiting

18 Fev, 2019

A mulher (poema)

A mulher, nasceu do pecado?

Pois nós somos pecadores também

Porque amamos e veneramos 

Respeitamos e a consideramos

Com a visão de um ateu

Vejo nos seus olhos

A virtude de estados diferentes

Sentimentos que nos conectam 

Dignificar a sua beleza

Celebrar a sua existência

Festejar a sua força

Aumentar o batimento do coração 

Perante a sua presença 

 

Êxtase 

O culminar de um encontro carnal

Onde a nossa existência 

É posta a prova, o significado 

De união, simplesmente união 

Palavras falam alto

Mas a acção, é um acto palpável! 

Pois assim seja, grito eu! 

Assino com uma pena

Tenho...agora

Um contrato para a vida 

Irrevogável, que me permite

Viver feliz, mas com a consciência! 

De que, quando A! encontrar

Serei submisso á palavra

Companheirismo. 

 

Um escritor de verdade

Nunca esconde os desafios

Pois então amigos... 

Má disposição? 

Entrega lhe uma flor

Medo por ciúmes? 

Escrever-lhe um poema

Irritação? 

Faz lhe rir

Medo de te perder? 

Conforta! 

Mas não penses

Que tudo se resolve

Com simples gestos, 

Mas sim atitudes

Se pisares o seu coração 

Ou questionares 

A sua identidade, acabou! 

Acabou! 

Agora diz me amigo

Diz me o quanto a amas.

 


Boas, acho muitíssimo interessante aqueles que “repreendem” e esnobam o PCP por conter na sua sigla a palavra “comunista”, com total desregrado para a sua propiá ironia. Falo claro do PS, algum iluminado por favor, me diga que tique ou tendência socialista podemos encontrar neste partido? Nem peço algo da definição clássica por embaraço, que seria um processo de transição de decisões para o proletariado. Mas algum tipo de semelhança, com ideais socialistas? Afinal quem tem a sigla deturpada? Não se pode simplesmente esconder  sobre os “grandes” Partidos Europeus, baixar os braços e utilizar retorica desonesta, como: A definição de socialismo foi modificada. Admito sim que existe diferenças pequenas, entre Sociais Democratas (já comento) e os auto denominados Socialistas portugueses. 


A realidade é que hipocrisias á parte, são forças do “deep establishment”, e as siglas estão lá apenas, por motivos históricos e na tentativa de se criar uma divisão entre forças politicas. Pois entao poupem nos discursos, elaborados sobre precintos de ideias “socialistas”, simplesmente para aliviar a consciência de votantes que se declaram, de esquerda.


Infelizmente não existe qualquer tipo de projetos de longo prazo, onde a finalidade total, seja igualdade e justiça que o socialismo como ideologia nutre. Não é minha intenção “atacar” uma força política que apesar de tudo é bem mais contida que o PSD ou CDS, mas por muito que doa, tenho que trazer á luz, socialismo? Aonde?


Passado este paragrafo, não posso deixar de completar o texto com o “outro”, a "ancora fascista". O PSD não é um partido, mas sim uma maquina de lavar dinheiro, que como boa empresa tem a sua “nobre” filial o CDS, encontra se no espectro da direita e conta com as mesmas elites que alimentam a maquina PS, mas com ainda maior descaramento na hora de dividir o “bolo” entre os portugueses, pobres e ricos.


Os patrões são muito influentes, tanto como os milionários. Um abono de um patrão, indica não apenas o seu voto, mas o de milhares, o medo que conseguem implementar nos cidadãos de posses médias fazem a diferença, são um partido que mais ganha, com a separação de ideologias e discursos de divisão.


O PSD é uma empresa de sucesso, com um branding estabelecido, “vão pagar mais impostos”, “o bicho papão da esquerda só gasta”, são frases de sucesso sem dúvida.

Mas o grande prémio tem de ser entregue á empresa de marketing que trabalha os seus discursos e RP. Ludibriar uma boa parte da nação, passando que não fomos humilhados pela TROIKA ou que as privatizações foram feitas de maneira transparente, pede um rating de génio. Claro que falo de propaganda, muito bem orquestrada, e financiamento pesado.


O jogo da cadeira, é uma excelente analogia para compactar os 2, se um vende utopias e entrega cenários pré estabelecidos, o outro mente com todos os dentes, mas como detém amigos no topo a tapar o sol, fica tudo ás escuras. E erros (para não dizer roubos), são simplesmente ignorados, pois não se sabe para onde atirar as algemas.


Soluções? Antes de mais união, mas o mais importante! Oportunidades, preferem um contabilista cadastrado, a tratar das finanças ou um com currículo limpo? Não estou aqui para dizer em quem votar, eu sei quem e partilharei em outro post a minha visão (prometo), mas como os Americanos dizem e cito “sometimes you gotta take a leap of faith”.

 

12 Fev, 2019

Refinaria (poema)

Refinaria:

O inconsciente bêbado
Pronto a rimar, mas
A festa acabou
Estão todos a bazar
Um último copo vai ajudar
Rimas cientes a entrar
Espera aí
A plateia a apontar
O que vai ele aprontar?
Coitado do homem

 

Esta ele alucinar?
Isto é o álcool acusar!
Todos eles a comentar
Mal eles sabem que
A partir daquele momento
Verdades vão flutuar

 

Olhei para eles
E com confiança, comecei
A executar a mudança
Primeiro de tudo
Quem não sabe beber
Não passa de criança
Os que foram dormir
Pois voltem em segurança
Quem aqui está, que se prepare
Vão testemunhar uma matança
Um selvagem
Um anjo da esperança
Um semi deus!
Fazer rezar a Bíblia a ateus
E apenas quero aplausos
Quando for a hora
Do adeus!

 

Sim
Peguei no mic
linhas de perigo
São a minha fantasia
Sadismo e alegria
Podem ser sinónimos
de adúlteria, trair
a minha grande paixão
Por uma oportunidade na galeria
Onde vivos e mortos
Fazem se companhia
Barras de uma noite sombria
Onde só o copo me permitia
Ganhar argumentos
Contra a triste realidade
Que a bebida
Me faz má companhia

12/02/2019

06 Fev, 2019

Untitled (poema)

 

Olá Manuel, 

Penso que estou doente

Vida é uma merda 

Tou a ficar impaciente 

Tu não me compreendes

Batalhar? é me indiferente

Não existe cura para a mente

Já bebi, fui delinquente 

Afoguei o passado, 

Fodasse 

É deprimente

Desculpa te chatear 

Eu é que fui incompetente

Negar a realidade

E até pensar ser

Influente,

Em uma sociedade 

Tão vazia e inconsciente 

_

Calma irmão, vamos falar

A minha visão vai te relaxar 

Progresso é possível 

Tens de acreditar! 

Sei que apenas palavras 

Não te podem levar

Ao estado de espírito 

Que queres alcançar

Passamos todos por muito

Mas ouve o que vou realçar

a tua batalha 

É aqui, com amor vais conseguir... 

Deixa me só acabar.... 

_

Joana!!! 

Deixa te de mentiras 

O barco já abalou 

Estes cacos partidos 

Foi tudo o que restou, a realidade 

Finalmente já me sublinhou

Como o vírus que a maioria 

Sempre vizualizou! 

Papo reto com 2 rimas:

Dedo na ferida

Tou de partida

Desisti da corrida 

Escondido na esquina

Roubam me rimas

Esperança vazia

Nine pills por dia?

_

Sou o teu alter ego

E até dou-te razão, pensa bem

Essas ideias, que fiquem

Para recordação... 

O futuro é temível

Não caias no fosso

Linhas concretas, é o que

Te posso oferecer, a vida é

Mais complexa que apenas

Sexo e prazer

Olha à tua volta, e vais reviver 

Um sentimento que te vai

Surpreender 

A escolha é tua! Não posso

Escolher 

Fica a dica, só tu podes resolver.