Saltar para: Posts [1], Pesquisa [2]

Linha esquerda

Bem Vindos! Blogue de poesia, desfrutem! Welcome! Poetry blog, enjoy your stay!

Linha esquerda

Bem Vindos! Blogue de poesia, desfrutem! Welcome! Poetry blog, enjoy your stay!

28 Mar, 2020

Puto

Poesia em rima, feitas as contas A realidade, troca te a roupa, o desgaste está na caneta então não fico de voz roca Mudar de rimas? Porque? estou sempre a mandar bocas? Não faz sentido ficar mudo Nao ataco de forma doida Eles bem se riem dos esquemas Mas ficam à rasca a ler os poemas As views são poucas Mas servem de doce à boca Implementando verdades O cenário fica complicado Pura terapia, não dá qualquer trabalho Eles perguntam, porque é que assinaste o contrato? Ficam sem respostas, restam 4 sentidos, acabaram de perder o tacto E continua assim, um poema bem abstrato Difícil de decifrar, um puzzle para ingratos O que me alegra de facto É o apoio, dos manos de fato Capangas das noites, legiões Para abafar estes fracos Abram os olhos, e leiam a maestria Ego gigante, só isto é que me alivia! Puto.. 28/03/2020

28 Mar, 2020

Eu espero

600 caiem na tua conta Enquanto o outro brinca na bolsa Vendo a sua folha salarial Nem parece que desconta O axioma da sociedade Retém se na realidade Que está merda é injusta! Só estou a escrever verdades As crises vêm, paga o coitado A excelência está no conteúdo Então o poeta que abuse A caneta é voz, contra aquele que sai impune Nú ficam os que levam de tabela Para o homem do capital É só rir e olhar à janela Vai chegar o momento Quando a morte te perguntar A tua vida foi bela? deste ao pobre a sua parcela? Viveste limpo? Tu apenas olha para ela Nao faças novela, diz a verdade! Não percas a goela O paraíso tem lugar para ti Se admitires que sim! O sistema assim o quis! Enfim, este combate não tem fim Nomes ao boi, o capitalismo é assim Insignificante gastar latim Quando o povo abraça o seu fim Cenario negativo, pode mudar Se a gente contrariar, morte não é o futuro, se formos todos a remar Poesia para ler Sei que todos vão entender. Eu espero, 28/03!2020

Dweeb you out of touch Hand is a royal flush Your turn to bet, I'm in the zone I know how I've grown While you were eating the goods I was witness abuse, Dare to call me privileged While traveling abroad You're about to get thrown Into the same pit they had me on There's no coming back Hell looking for you Says the preacher man That's sad? fuck the preacher man! Bars coming in and out Where's the God above? I write for the sinner The man with the charisma Fake lifestyle, but still gets to keeps her The queen of the throne Georgeous to the bone Lazy woman don't play the fair bid They only allow to to judge. As the usual this will be the last Convictions and facts Allow me to change the narrative Did they really call him fat? Thats it wasn't a banger? The rhymes jump out flat? Damn! I must be out of touch This shit is a mess, I'm re-opening The store, streets are hungry for facts. One single note, gets you pussys intact. Do better, 27/03/2020

Tears outside, it's raining tonight Thinking about the drugs Pushing all the shit aside Pain and misery, something he can see Cool out for second? Nigga he can't catch a breeze Fuck the rules, disgrace to the state Tired of playing kid games He's a playing roulette First round on me, game over in three The trigger is thirsty, it ain't no make bellieve The brain is working, looking for him First answer comes from his momma, captain of the team His first look at life, as a human being Sad story, tormented by his dreams Wondering why he has this genes It ain't luck of the Irish or lack of protein Environment is a bitch, it makes you his fiend To friends, I can't imagine their soul Not looking for trouble, just cooking the bowl Death scares us all! Not to anyone who lived it. Pfff. 24/4/2020

El fuego, the return of the fire Those aren't pre written Check the verses of the Bible Cocky attitude, brand new attire Jose for the latinos, Italian name Would be Mario, looking for the source, that thing they call consciousness and values One man army, soldier tag says sicario Complete rhymes This pen has a value . Changing the theme, we all swim For a purpose, put fresh meet in the plate , I dream about drinking in Mexico with locals Take me serious I'm writing for happy souls, not looking for trouble Wording in Spanish makes me Elegant, I just need some more focus . Wherever you reading this, don't think I'm a Loco, it's the love for a culture, we all got a history of struggle Hey kid lift up your spirit, El Diablo isn't local, he changes disguses Working places in double Final round written, poem is over Bless you with all the love Peace. . Drake dad is Mexican? 08/03/2020

08 Mar, 2020

Realidade é ritmo

O som da guitarra vem de leve Falar o que falo, pode valer um tabefe Sou bem comportado, levo as coisas sem stress Vida minha que me pões sempre em check Comentar vida alheia, um dilema Para este black Comportamentos de maus meninos, repugnante olhares femininos, vida é a escola A rua consola Pensamentos criativos, aqui ninguém chora Encher chouriços é fácil onde está o conteúdo? Vibrar à música não é pecado Abusar da droga é infortúnio As leis do bairro, transformam bons meninos em gatunos Consciente desta mensagem O ódio consome cada aluno Eu sei de onde vim Não escondo o passado Quando eu sair desta, não me vou esconder em um armario Isto é fácil de fazer Fraco quem rima com dicionario Vergonha de ti, lês tudo ao contrario! Pensas mesmo que rejeito o bairro Só porque mudei o cenário? Cor da pele é a mesma Diz me que não! Não tenho novo nome, caneta doce Quero ser poeta de renome Faço isto em cinco minutos Enquanto só construir uma quadra deixa te em doido. Realidade e ritmo. 07/03/2020

08 Mar, 2020

P de palavra

Foi no calor da noite 3 graus negativos mostravam os termómetros Acendeu um cigarro, ajeitou as calças, Prendeu o cinto, e deu um gole na mini O cheiro a bebida, apaga se com gorilla À espera, ficou ela dopada Na calçada? Notas de 20 sem troco Transações de rua O gajo buzinou! O que me lhe vai pela cabeça? Vou morrer? Ou vou comer? Já volto, dizem elas todas em código Enquanto isto passa a nú O privilegiado visualiza e grita! Humilha e rí se como um demente Pais de jovens flores, moralidade? O Grande protetor, diz nada poder fazer, enfim.. O teólogo quer acabar com tudo! absolutista? Onde estava? Já volto! Ela não voltou, mas teve direito a uma página do jornal A investigação confirmou, era algo normal! O privilegiado refugiou se O grande protetor não legislou E o teólogo tem mais gasolina para fazer arder Eu? Estou estático... Aguardando P de palavra, 08/03/2020

08 Mar, 2020

Beligerante

Chamem as mulheres Gritem pelo homens Chorem pelo escuro Rezem pelo trabalhador Lancem pragas ao patrão Atirem pedras ao estado Reformem as instituições Lutem a opressão Rezem pela mudança! Lá vem ele, o fura greves! Lá vem ele, o agiota! Proxeneta de sonhos Não se contenta com a constituição que o alimenta Criada para amargura de muitos Oh Abril! Onde andas? Eles comem tudo Zeca! Eles não deixam nada Capitão! Estou com fome! Tenho frio! Tenho calor, tenho medo Levantai te povo! Olhos no alvo A nação devia ter pedido sangue Pois agora o único que bebe é o gatuno Queimou o manuscrito Fugiu das Africas sem pagar a conta É agora o momento, laicos e sonhadores Unidos somos um povo só Vamos terminar este capítulo Assim o destino o escreveu. Beligerante,08/03/2020