Saltar para: Post [1], Pesquisa e Arquivos [2]

Linha esquerda

Blog mais virado para a política, com alguns comentários mais cómicos, tudo feito pelo telemóvel, perdão pelas gaffes. Mas algo para lerem nos transportes públicos ou onde quiserem. Leitura sempre rápida!

Linha esquerda

12
Ago18

A discussão de Abril


Raf


Antes de mais vou vos poupar de ler um texto vindo de uma enciclopédia, a maior parte de nós estudou e teve de responder em provas escolares perguntas sobre a nossa recente história.
44 anos após o fim da ditadura ainda se sente alguma discordância entre partidos políticos, peças de opinião e ideologias, é a "direita" a culpar as nacionalizações é a esquerda a argumentar que os acordos pós governo não foram todos implementados.
Mas não é para essa esfera que eu vou colocar os meus comentários mas sim para a população. Na grande maioria a ideia geral é que o regime tinha de cair, na população mais idosa, aqueles que realmente viveram o antes e depois, vejo alguns que se queixam do liberalismo, mas isto são mentes que já estão formatadas e compreendo que não acompanhem os tempos. Da outra parte consigo sentir alguma frustração por o país não ter levado uma linha mais extremista. Da malta mais nova, a maior parte não tem uma opinião concreta, outros comentam que algumas coisas até não eram más. Quando, questionados, falam da economia! Se calhar não tem família vinda das provincias ou linhagem africana. Basicamente o pensamento "fast food", não estive lá também! Mas o que estudei da PIDE, da falta de liberdade de expressão, os crimes nas colónias, a fome que tantos passaram.
Para que ter dinheiro na conta se não pode levantar o saldo?  Não construir obras? Estradas? Saneamento? Entre dezenas de outros meios para aplicar quando se tem os "cofres cheios". Não se esqueçam também do "Angola e em força" que tantas vidas ceifou em África.
Basicamente, compreendo ambos os lados, mas com a minha liberdade de expressão digo sempre não ao fascismo!
Boa tarde

 

Mais sobre mim

Subscrever por e-mail

A subscrição é anónima e gera, no máximo, um e-mail por dia.

Arquivo

  1. 2018
  2. J
  3. F
  4. M
  5. A
  6. M
  7. J
  8. J
  9. A
  10. S
  11. O
  12. N
  13. D