Saltar para: Post [1], Pesquisa e Arquivos [2]

Linha esquerda

Blog mais virado para a política, tudo feito pelo telemóvel, perdão pelas gaffes. Mas algo para lerem nos transportes públicos ou onde quiserem. Leitura sempre rápida!

Linha esquerda

24
Nov18

Amigos de Timor


Raf


O holocausto timorense perpetrado pelas forcas do fascista Suharto da indonésia, com apoios de nações ocidentais, principalmente pelo imperialismo Americano, não pode ser esquecida.

A observação pouco ativa e a falta de apoio do governo português á resistência de FALINTIL (que Xanana Gusmão foi líder), ainda mais por se tratar de uma ex-colónia, deixa me sem resposta.
Foi extermínio total, mulheres e crianças, um povo que considero irmão por laços de emancipação em comum, é esquecido por Portugal.

Os governos que mantiveram Suharto no poder e o armaram, que enviaram milhões de dólares fingem que nada aconteceu, e eu pergunto? Quantos portugueses sabem o que passou em Timor? A crueldade! Metade da população morreu de fome ou em campos de concentração que fizeram lembrar os da Alemanha Nazi.


A historia não pode ser reescrita, tem de se aprender com os erros, e a passividade de Portugal perante os massacres, leva me a repensar a nossa neutralidade em certos assuntos, não somos nem temos o poder de ser os pacificadores do mundo, mas uma Acão diplomata em casos como o extermínio de uma população, que detém uma historia tao rica com o pais, neste caso Timor Leste era não apenas ética, como humana.


Não sei de jogadas de bastidores, apenas encontro o quadro todo pintado, e a cor que vejo é do mais puro vermelho, o do sangue.
Mais uma vez, EUA com o pretexto do “medo comunista”, participa de um massacre em grande escala, mas quem quer saber de Timor?
Perdão irmãos.