Saltar para: Post [1], Pesquisa e Arquivos [2]

Linha esquerda

Blog mais virado para a política, com alguns comentários mais cómicos, tudo feito pelo telemóvel, perdão pelas gaffes. Mas algo para lerem nos transportes públicos ou onde quiserem. Leitura sempre rápida!

Linha esquerda

23
Jul18

O berço de ouro


Raf


Para quem quiser em maior detalhe entender parte da situação recomendo que leia o livro "Desigualdades Sociais: Portugal e a Europa". Vai de encontro ao que aqui vou comentar.
Em Portugal o enriquecimento legítimo(milhões de euros em património) de um cidadão, o acesso a um emprego de salário melhor e posição de chefia em cargos importantes, vagueia em parte do último nome, (pondo de parte o desporto e entretenimento). Sim! Temos casos de sucesso, de pessoas que venceram e conquistaram com muito pouco, mas a prevalência e norma vai para os "tachos", sai o patriarca do puleiro vai a correr o seu sucessor de sangue tomar o lugar. Falo isto no geral, mas mesmo sendo a um nível que está a baixar, é injusto, os estudos dizem que quem tem pais com diplomas universitários, tem maior hipóteses de alcançar um emprego melhor e melhor renumerado. É justo não posso negar, mas também é um excelente empurrão, não escrevo isto com frustração ou choro, apenas estou a iluminar uma realidade que leva muitos a sair do país, ou que sintam injustiça por trabalhar tanto ou mais, e ver alguém tomar um posto de trabalho importante e bem renumerado simplesmente por linhagem sanguínea. Não posso fechar os olhos à hipocrisia dos concursos públicos, os salários que são praticados. E à maneira hereditária, (plenas monarquias) em posições de postos no sector público. Sai a mesma lição para o privado, as desigualdades de classe ou de geração, de qualificação ou de género, de nacionalidade ou de origem social e territorial são inconcebíveis. Não é o fim do "Portuguese dream" se é que houve algum, mas sim algo para pensar.

Mais sobre mim

Subscrever por e-mail

A subscrição é anónima e gera, no máximo, um e-mail por dia.

Arquivo

  1. 2018
  2. J
  3. F
  4. M
  5. A
  6. M
  7. J
  8. J
  9. A
  10. S
  11. O
  12. N
  13. D