Saltar para: Post [1], Pesquisa e Arquivos [2]

Linha esquerda

Blog mais virado para a política, tudo feito pelo telemóvel, perdão pelas gaffes. Mas algo para lerem nos transportes públicos ou onde quiserem. Leitura sempre rápida!

Linha esquerda

28
Set18

O que é que este gajo quer?


Raf


Boas, as pessoas que tem acesso aos meus textos, (e os muitos que eu sei que leem de “surra”) ás vezes devem se questionar, o porque de eu comentar temas tabu.

Pois não tenho uma resposta concreta, mas vou tentar racionalizar de maneira a se entender o que vai por detrás de tudo, o que leva “este gajo que aparece na minha timeline” a comentar.

Se existe algo que mais gosto de fazer como hobby é escrever, partilhar informação e debater temas de todo tipo. Já disse em textos mais antigos que não me importo de receber criticas construtivas ou entrar em discussão de factos, sou falível como todos mas antes de postar informação concreta vou pesquisar para construir argumentos credíveis e gasto tempo com esse processo.

Não existe nada mais agradável que estar errado em um assunto, só prova que estou em constante evolução e aprendizagem. Mas também sei ver o “lobo na pele de cordeiro”, vou quotar uma expressão muito usada no livro que tantos pensam que odeio! Mas muito pelo contrario, tenho um respeito misturado de algum medo do que ele é capaz, estou a me referir aos “falsos profetas”, mas tenho uma diferente interpretação do que eles são e que mensagem tentam transmitir.

Iria me estender muito se fosse pela linha de expor este meu ponto de vista baseando-me em temas como propaganda geral das elites, tv, fake news etc. Vou-me focar nos contornos do dia a dia e como uma simples conversa nos apanha desprevenidos e muda opinioes sem termos noção.

Falsos profetas certo? Eu posso ser um, não existe uma pirâmide visível, por exemplo: se durante uma troca de informação de 40 minutos sobre um assunto em que achas que consegues debater, apenas intervires 10 minutos e não se tratar de um coloquio ou palestra, repensa e questiona bem no que te foi dito.

O que quero dizer com isso? Eu também demoro algum tempo para construir um argumento, mas se existe algo que estes “profetas” gostam é de assumir um poder intelectual, beneficiando da estrutura social ou económica, para se sobrepor sobre ti. Portanto cuidado! aqui só se escreve em português mas adoro a expressão do “can you spot a bullshitter?”.

Portanto, perguntam me porque sou tão irritante? Comentar temas tabu? Não vou dar voltas! Porque gosto e me sinto com confiança de o fazer. Guerra contra a desonestidade e falsos profetas. 
Boa noite