Saltar para: Post [1], Comentar [2], Pesquisa e Arquivos [3]

Linha esquerda

Bem Vindos! Blogue de poesia, desfrutem! Welcome! Poetry blog, enjoy your stay!

Linha esquerda

Bem Vindos! Blogue de poesia, desfrutem! Welcome! Poetry blog, enjoy your stay!

16 Mai, 2020

Pobre coitado

Camarada eu vi! Ele tirou de mim Camarada eu senti! ele sacou me Acudam me homem, o gajo está armado Acudam me amigo ele nunca leu o nosso livro! O meu medo é natural, ele rouba e ameaça A resposta reside em mim? Eu? Sou cobarde, nasci no meio do povo Nunca daqui sai! Camarada, tu consegues! Enfrenta o Corram todos! Ele diz que não há condições para salários! Camarada ele está a negociar promessas, consegues subir a parada? Camarada ele deu me um pouco de pão Consegues me dar mais? Não és tu que me prometeste mudança? Desisto! Eles que levem tudo As migalhas são suficientes, pois nada fiz para merecer mais Passaram 45 anos, não tenho onde descansar Passaram horas, dias e meses na lavoura Nem direito a dignidade tenho Porque não te ouvi? Porque não te segui? Só agora me apercebi que a união faz a força. Já vou tarde amigo, fica o sonho Que as coisas mudem! Oh camarada! Pobre coitado Rafer Diogo 16/05/2020

Comentar:

Mais

Se preenchido, o e-mail é usado apenas para notificação de respostas.