Saltar para: Post [1], Pesquisa e Arquivos [2]

Linha esquerda

Blog mais virado para a política, com alguns comentários mais cómicos, tudo feito pelo telemóvel, perdão pelas gaffes. Mas algo para lerem nos transportes públicos ou onde quiserem. Leitura sempre rápida!

Linha esquerda

16
Ago18

Solução: Economia Social?


Raf


Boas leitores, este texto vai ser complexo, vou aqui escrever termos técnicos que descobri, aliado com o que já conhecia. Não tenho problemas em partilhar e (com muito gosto o faço), algumas das minhas fontes. A tese de mestrado da Dra.Ilda Helena Martins de Oliveira, deu me uma perspectiva e conexão com a realidade portuguesa na qual posso argumentar que exista resposta ao regime económico que vivemos.
Não duvido que muito do que vou escrever seja falível ou fortemente discutível. Não sou um licenciado em economia, muito longe disso! Apenas curioso.

Começo com uma citação de termo mais técnico sobre a economia social, após esta escrevo o meu ponto de vista.
Jornal de negócios: "A economia social não é um "caldeirão" de entidades, pronto a cozê-las numa mistura em que cada família deixe de se reconhecer. Pelo contrário, é um espaço socioeconómico plural, com diversas formas jurídicas e organizacionais"

É complicado para mim explicar em poucas palavras o conceito da economia social, existe pós graduações em universidades onde se pode concorrer para aprofundar o conhecimento, sem dúvida espero que seja o futuro.

Vou ser simplificador, a economia social integra actividades sociais e económicas a entidades sem fins lucrativos é determinante para o combate às desigualdades e pobreza, um terceiro setor a par do económico e social que mobiliza as comunidades a ter um papel mais importante nas nossas decisões, ainda está na sua infância em Portugal, mas já contribui para o PIB. É excitante e positivo haver fundações non profit a promover e tentar extender este processo, pois com o sistema financeiro que temos, a pouca supervisão e o desaparecimento dos nossos recursos naturais aliado a esse desejo imparável de mais lucro, começam aparecer respostas anti capitalistas.

Boa noite

Mais sobre mim

Subscrever por e-mail

A subscrição é anónima e gera, no máximo, um e-mail por dia.

Arquivo

  1. 2018
  2. J
  3. F
  4. M
  5. A
  6. M
  7. J
  8. J
  9. A
  10. S
  11. O
  12. N
  13. D