Saltar para: Post [1], Pesquisa e Arquivos [2]

Linha esquerda

Blog mais virado para a política, com alguns comentários mais cómicos, tudo feito pelo telemóvel, perdão pelas gaffes. Mas algo para lerem nos transportes públicos ou onde quiserem. Leitura sempre rápida!

Linha esquerda

07
Ago18

Trump ou Trampa?


Raf


Antes de mais, perdão pelo título boçal, é uma piada que não consigo evitar. Este será um dos poucos textos firmes de análise da situação por terras Americanas. Vamos devagar primeiro, já chegamos ao Sr. Laranja.
O pano já caiu em parte o choque também! apesar de a Sra Clinton ter vencido o voto popular e perdido no colégio eleitoral no fim, as eleições apenas demonstraram que como política é um zero a esquerda, muitos assentos viraram vermelhos, em muitos casos já a décadas que não acontecia, um total falhanço eleitoral. E nunca se compara ao seu marido Bill Clinton com qual se mantém casada por motivos políticos e de imagem. A lista de proezas desta SRa inclui: casos de corrupção ativa, discursos pagos a peso de ouro a banqueiros de wall street, os famosos emails, perder a nomeação do partido democrata para um afro americano que nem o primeiro mandato de senador tinha finalizado, (se calhar Inevitável, mas estranho para uma política de carreira) gastando no processo do seu próprio bolso uma estimativa de 80m, para fundos de campanha eleitoral, o seu apoio após a derrota deu direito a um tacho como secretária de estado. Que utilizou como alavanca para a segunda tentativa de vencer as primárias , aí roubou com a conivência do partido democratico(Donna Brazile), a chance de Bernie Sanders um socialista assumido vencer.
Apesar destes factos em uma eleição sem mãozinha Russa, ela vencia Trump. Ainda teve direito à conotação do ano "fake news".
Agora que se sabe e se investiga o romance entre esta administração Trump e a Rússia de Vladimir Putin, a situação está aquecer.
Antes de mais não vou negar que me dá alguma piada ver a nação que mais ditaduras criou, mais governos destabilizou estar escandalizada pois acha inconcebível que um pais tenha interferindo nas suas eleicoes. De inimigos letais que ameaçavam a nossa existência, à troca de mimos, assim estão EUA e Rússia.
A investigação do antigo chefe do FBI Robert Mueller líder do Conselho especial de investigação, já tem mais de 3 dezenas de personalidades indiciadas e muitos já fizeram acordos para colaborar, é um lamaçal autêntico. A pergunta fica, o que é necessário para impeachment? De lei não sei muito, aliás nem o Trump pois uma das primeiras perguntas que fez a sua equipa foi se o presidente podia se auto perdoar de crimes. Houve intervenção, tá provado! Pois agora a bola fica na mão de um senado republicano onde lunáticos não faltam, expectantes do que pode Trump fazer para agirem.
País dividido? Não é bem assim mas para não me aprofundar, basicamente as pessoas que ainda apoiam Trump não são assim muitas. Cito Chris Rock "nem todos os que votaram em Trump são racistas, mas todos os racistas votaram em Trump"
Posto de lado a relação com putin, ainda podem argumentar "ah mas está a fazer um bom trabalho" não! A guerra económica com a China, destruir pontes que Obama levantou, sanções descabidas, saida do acordo de paris, guerra de tweets com celebridades, a muralha, a política de imigração, o acordo com o irão.
Para limpar tanta trampa vai ser necessario no mínimo um social democrata com 8 anos de mandato.
Fico me por aqui!

 

Mais sobre mim

Subscrever por e-mail

A subscrição é anónima e gera, no máximo, um e-mail por dia.

Arquivo

  1. 2018
  2. J
  3. F
  4. M
  5. A
  6. M
  7. J
  8. J
  9. A
  10. S
  11. O
  12. N
  13. D