Saltar para: Post [1], Comentar [2], Pesquisa e Arquivos [3]

Linha esquerda

Bem Vindos! Blogue de poesia, desfrutem! Welcome! Poetry blog, enjoy your stay!

Linha esquerda

Bem Vindos! Blogue de poesia, desfrutem! Welcome! Poetry blog, enjoy your stay!

06 Fev, 2019

Untitled (poema)

 

Olá Manuel, 

Penso que estou doente

Vida é uma merda 

Tou a ficar impaciente 

Tu não me compreendes

Batalhar? é me indiferente

Não existe cura para a mente

Já bebi, fui delinquente 

Afoguei o passado, 

Fodasse 

É deprimente

Desculpa te chatear 

Eu é que fui incompetente

Negar a realidade

E até pensar ser

Influente,

Em uma sociedade 

Tão vazia e inconsciente 

_

Calma irmão, vamos falar

A minha visão vai te relaxar 

Progresso é possível 

Tens de acreditar! 

Sei que apenas palavras 

Não te podem levar

Ao estado de espírito 

Que queres alcançar

Passamos todos por muito

Mas ouve o que vou realçar

a tua batalha 

É aqui, com amor vais conseguir... 

Deixa me só acabar.... 

_

Joana!!! 

Deixa te de mentiras 

O barco já abalou 

Estes cacos partidos 

Foi tudo o que restou, a realidade 

Finalmente já me sublinhou

Como o vírus que a maioria 

Sempre vizualizou! 

Papo reto com 2 rimas:

Dedo na ferida

Tou de partida

Desisti da corrida 

Escondido na esquina

Roubam me rimas

Esperança vazia

Nine pills por dia?

_

Sou o teu alter ego

E até dou-te razão, pensa bem

Essas ideias, que fiquem

Para recordação... 

O futuro é temível

Não caias no fosso

Linhas concretas, é o que

Te posso oferecer, a vida é

Mais complexa que apenas

Sexo e prazer

Olha à tua volta, e vais reviver 

Um sentimento que te vai

Surpreender 

A escolha é tua! Não posso

Escolher 

Fica a dica, só tu podes resolver. 

 

 

Comentar:

Mais

Se preenchido, o e-mail é usado apenas para notificação de respostas.