Saltar para: Post [1], Comentar [2], Pesquisa e Arquivos [3]

Linha esquerda

Bem Vindos! Blogue de poesia, desfrutem! Welcome! Poetry blog, enjoy your stay!

Linha esquerda

Bem Vindos! Blogue de poesia, desfrutem! Welcome! Poetry blog, enjoy your stay!

16 Jul, 2019

Vida minha (poema)

Estou me encontrando

Um processo árduo

Mas gratificante e prazeroso

O meu cosmos 

Sempre emanou energia

Mal eu sabia que era sugada

Por um buraco negro

Na realidade a essência humana 

Que tanto nos vendem 

É puro placebo

Temos culpa em elevar e nos regir

Por esta prescrição fabricada?

A minha caneta treme 

Não de terror 

Mas de excitação, pois a resposta

A este dilema 

Recai sobre nós próprios 

E eu quero! 

Aí se quero! 

Descobrir por mim mesmo

O processo é como

A ignição que acende 

Uma paixão intemporal

Como se realmente 

Conecta um elo 

Sem o inerente desejo 

De sexo banal? 

Vizualizando do topo para baixo certo?

O nosso caminho na vida

É uma viagem com

Bilhete de ida, mas sem a oportunidade de volta

Cada paragem, representa 

A progressão, 

Retira o Polaroid da mala

E tira todas as fotos

Pois elas são as tuas vitórias

As tuas derrotas, o teu Ser! 

Foda se a imortalidade! 

Não a quero

Qual é o ser vivo neste mundo

Que consegue manter um legado

e ainda tenha o coração a bater?

.

 

A cada passo, batida cardíaca 

Excitação e estímulo 

Alcançamos o orgasmico fim

Pois será ele apenas uma etapa? 

Ou a chama ainda arde? 

Eu aqui continuo, calmo e sereno

Aprendendo, pagando amor

Com respeito

Cortejando o infinito

Mesmo sem resposta

.

 

Comboio da vida! 

Acaba de fazer uma breve paragem 

Atenção passageiros! 

Apenas os mais curiosos, aventureiros ou corajosos 

Devem sair para espreitar! 

Bem... É a chamada ao poeta

Vou ver o que me espera. 

Não perco mais nenhuma saida

Não tenho medo, apenas peço 

Uma coisa! 

Oportunidade.

 

Vida minha 14/02/2019 

Comentar:

Mais

Se preenchido, o e-mail é usado apenas para notificação de respostas.