Saltar para: Post [1], Pesquisa e Arquivos [2]

Linha esquerda

Blog mais virado para a política, com alguns comentários mais cómicos, tudo feito pelo telemóvel, perdão pelas gaffes. Mas algo para lerem nos transportes públicos ou onde quiserem. Leitura sempre rápida!

Linha esquerda

21
Out18

Vota sim senhor!


Raf

 

Com que confiança vão ás urnas e votam em um partido ou candidato? E vão com o pensamento de escolher um "mal menor"?

Não precisam responder, apenas algo a refletir.

Este texto não se trata de fazer perguntas mas sim ajudar a perceber o quanto importante é o voto, e como o praticar de consciência limpa. Vou tentar não ser muito factual e acabar no infortúnio de explicar o óbvio.

A política antes de mais tem de ser nutrida por nós (base eleitoral), temos o dever de estar minimamente informados, e olhar sempre para a grande foto. 

Não peço que leiam o programa eleitoral do partido na íntegra ou vejam todos os debates, mas entrem dentro do panorama. 

Eu tenho politicas ideológicas vincadas, mas respeito quem se nomeia como independente. Esta denominação pede uma junção de desapego com ideias ou até alguma Inocência (no bom sentido) que é raro vizualizar em um adulto com idade para votar.

Passamos agora para o "quebra mitos"

São todos os mesmos?! 

Será que apanham as dores um dos outros como muitos cidadãos o fazem na praça pública? Não tenho a certeza, mas simplesmente dizer que um BE se assimila a um CDS é um crime.

Recebem dinheiro por cada voto direto? 

Mito urbano, são subsidiados por percentagem para finanças de campanha, na medida em que uma parte deste financiamento que depende dos votos é distribuído de forma aleatória pelos partidos. Nunca o teu voto é capital direto!

Nunca fazem o que prometem!

Bem, já estás no mundo á quanto tempo? não achas que se calhar está na altura de mudar o teu rumo de voto?

Não me convencem! 

Pois, aí não posso fazer nada, abstenção é perigosa, e leva minorias a se tornar maiorias em pouco tempo, eu deixo o aviso! 

Mais sobre mim

Subscrever por e-mail

A subscrição é anónima e gera, no máximo, um e-mail por dia.

Arquivo

  1. 2018
  2. J
  3. F
  4. M
  5. A
  6. M
  7. J
  8. J
  9. A
  10. S
  11. O
  12. N
  13. D